Postado em sexta-feira, 27 de novembro de 2020 às 11:11

Caminhada é realizada em ato contra o racismo

O protesto foi em apoio ao padre Rivas que foi vítima recentemente de atos de racismo.


Alessandro Emergente

Uma caminhada foi realizada no centro de Alfenas na quinta-feira. Os manifestantes saíram do Centro Vivencial (antiga rodoviária) e caminharam até a Praça Getúlio Vargas, em frente a Igreja da Matriz da Paróquia São José e Nossa Senhora em Dores.

Durante a semana houve grande repercussão após a informação sobre atos de injúria racial contra o padre Riva Rodrigues de Paula, que chegou a paróquia há dois meses. O episódio gerou notas de repúdio da Coordenadoria Municipal de Igualdade Racial, da 21ª subseção da OAB/MG (Ordem dos Advogados do Brasil/Minas Gerais) e moção de repúdio da Câmara Municipal, além de uma nota de repúdio da Diocese de Guaxupé.

O padre Rivas disse aqueles que praticam atos racistas não representam o povo de Alfenas (Foto: Reprodução/Facebook)


Vítima do preconceito, o padre Rivas participou da caminhada, na qual os manifestantes exibiram cartazes com mensagens contra o racismo. Os participantes caminharam em silêncio enquanto os sinos da Igreja eram acionados em sinal de protesto.

A caminhada foi organizada pelo Coletivo de Negros de Alfenas. Um de seus representantes, o ator Rodrigo Mikelino disse que o ato organizado pelo movimento social é um protesto contra o racismo e em apoio ao padre, que foi vítima do preconceito racial. Segundo ele, 32% da população de Alfenas é negra e que o padre não está sozinho. “Digo isso a cada negro”, completou.

Manifestante exibe cartaz pouco antes do início da passeata (Foto: Divulgação)


Em frente a Igreja Matriz, os manifestantes gritaram mensagens contra o racismo e, em seguida, padre Rivas relatou o sofrimento de sua mãe com o episódio e agradeceu o apoio. Disse que as palavras carregadas de ódio e preconceito não são maiores que o carinho e acolhida dos que o apoiam. “Essas pessoas (que tiveram comportamento racista) não representam para mim o povo de Alfenas”, declarou.

Abaixo, um vídeo no momento da passeata, divulgado pelos organizadores do ato



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

     
     
     
     

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, eu aceito