Postado em terça-feira, 25 de setembro de 2018 às 08:08

Cemig abre edital para venda de prédio no centro

A Prefeitura de Alfenas aparece como interessada na compra para instalar um centro de segurança no local.


Alessandro Emergente

A Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) publicou o edital de licitação para venda de sua antiga sede em Alfenas, localizada no centro da cidade, em frente o Centro Vivencial. A Prefeitura de Alfenas aparece como interessada na compra para instalação de um centro de segurança pública, que incluirá a Guarda Civil Municipal (GCM) além de uma unidade de atendimento da Polícia Militar e outra da Polícia Civil.

A licitação será na modalidade pregão eletrônico e está agendada para 10 de outubro às 15h. Os interessados poderão encaminhar propostas até 15 minutos antes do início do pregão.

O prédio, localizado na Praça Dr. Emílio da Silveira (esquina com a rua Coronel Laurindo Ribeiro), é um dos 29 imóveis em várias cidades mineiras que foram incluídos no edital. A Cemig já transferiu a sua unidade de atendimento para um imóvel na avenida Dr. Lincoln Westin da Silveira, onde funcionava a Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

O prédio da Cemig está avaliado em R$ 2,750 milhões (Foto: Arquivo Alfenas Hoje/Henrique Higino)


Em setembro do ano passado, o Alfenas Hoje adiantou o interesse da Prefeitura de Alfenas em adquirir o imóvel pertencente a Cemig. Um projeto de lei autorizando o Município a adquirir o prédio, por até R$ 2,9 milhões, já foi aprovado pela Câmara Municipal.
 
O edital prevê um valor mínimo de R$ 2.842.600,00 para a venda do imóvel, que tem 718 m² de área construída em um terreno de 914 m². O local foi avaliado em R$ 2,750 milhões, porém são acrescidos R$ 92,6 mil relativo a custos de lavratura da escritura, registro, certidão e ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis).

Centro de segurança pública

A ideia do governo é implantar no local um centro de segurança pública, abrigando a Secretaria Municipal de Defesa Social, a Guarda Civil Municipal (GCM) e o sistema de monitoramento da cidade. O local também abrigaria unidades de atendimento da Polícia Militar e da Polícia Civil.

O prédio pertencente a Cemig é considerado com mais estrutura para abrigar o centro de segurança pública se comparado ao ocupado atualmente pela Secretaria Municipal de Defesa Social, que abriga a GCM e um posto de atendimento da PM. O novo imóvel permitiria melhores condições para o sistema de monitoramento e para abrigar novos serviços, como uma Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher.

As informações sobre o edital podem ser conferidas no site portal de compras da Cemig.



NOTÍCIAS RELACIONADAS


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

     
     
     
     

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, eu aceito