Postado em quarta-feira, 25 de julho de 2018 às 10:10

Leitura e interpretação de texto:habilidades para o Vestibular

Leitura e interpretação de textos são habilidades indispensáveis para um bom aproveitamento escolar e, consequentemente, para os estudos pré-vestibulares...


 Os segredos da leitura para o vestibular

Você já deve saber que simplesmente acompanhar as aulas não é o suficiente para que a criança ou o adolescente tenha o devido aproveitamento nos estudos, certo? Realmente, muitos outros detalhes são fundamentais na melhor compreensão dos jovens, como:

  • Fazer anotações em sala de aula;
  • Elaborar resumos do que foi estudado no dia;
  • ler e reler, em voz alta, os resumos e as anotações;
  • estudar em horários e ambientes tranquilos, propícios à concentração.

Se observar bem, verá que todas as dicas têm algo em comum: o reforço à leitura. Por isso é que, desde os primeiros estágios da infância, incentivar a leitura é fundamental para o desenvolvimento dos jovens.

A compreensão do que é lido facilita tanto os estudos quanto a realização de provas, já que os enunciados ficam mais claros e as conexões mentais para respostas, mais esclarecedoras. Por isso, a leitura e a interpretação de texto são, sim, grandes segredos para o vestibular.

Dicas para trabalhar a leitura
Leitura é hábito. Por isso, quanto mais praticamos, melhor nos relacionamos com as palavras. Não à toa, é um dos trunfos para se dar bem na redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e dos vestibulares de forma geral.

A quantidade de jovens brasileiros capazes de entender e se expressar por meio de letras e números é baixíssima. Segundo o Inaf (Indicador de Alfabetismo Funcional), apenas 8% das pessoas se enquadram nesse quesito — que engloba desde a elaboração de e-mails à produção de textos argumentativos e descritivos.

Confira dicas para exercitar a leitura no dia a dia:


Incentivo


Comece apresentando livros do interesse da criança, sejam romances ou histórias em quadrinhos. Com o tempo, insira mais variedade ao conteúdo, incluindo até clássicos da literatura.

Atualização
O mundo está sempre borbulhando notícias, nacionais e internacionais. Confira se o jovem está atualizado sobre o que acontece do lado de fora do seu lar, conversando com ele sobre temas da atualidade e o instigando a buscar as informações que desconhece.

Vocabulário

Ampliar o vocabulário é um ótimo passo no caminho da melhor compreensão de textos. Por isso, um dicionário sempre à mão já é um atalho para que os jovens procurem por palavras e sinônimos enquanto atualizam sua leitura diária. Com o tempo, o repertório enriquecerá, o que é essencial tanto para a leitura quanto para a produção de textos.

O funcionamento da interpretação de textos

Leitura prévia
Não adianta exigir que o estudante leia sobre a problemática filosófica dos sofistas, por exemplo, se ele não possui o menor conhecimento sobre a filosofia em si. Por isso, para qualquer que seja o tema estudado, o ideal é que ele faça uma leitura prévia sobre o assunto, o que contribuirá para uma enorme diferença na compreensão dos textos.

Compreensão
Quando já se entende ao menos um pouco sobre o objeto do estudo, a compreensão é facilitada. É nessa etapa, contudo, que o adolescente não só pode como deve se deparar com informações novas e reconhecer algumas que já conhecia. É a lógica por trás do clássico “entendi, mas não compreendi”.

Interpretação


Após a leitura e o entendimento dos textos, é preciso conversar com as informações adquiridas, fazendo simples perguntas: “Qual é o objetivo deste texto?”, “Com quem ele dialoga e por quê?”, “Como você pode usar as informações adquiridas?”, “Em quais conclusões chegou após a leitura?”.

As respostas ajudam a estimular o pensamento crítico do leitor, algo imprescindível não apenas para os jovens durante o período pré-vestibular, mas em todas as etapas da vida.


Fonte:Catracalivre