Postado em sexta-feira, 27 de março de 2020 às 09:23

Alimentos que você deve ter na despensa durante a quarentena

Esta medida não só evita as compras por pânico como garante que você se exponha o menos possível à doença ou contribua para sua disseminação.(mas não compre demais)


 Durante a quarentena pela pandemia do novo coronavírus, é importante se organizar para ter em casa os mantimentos necessários e, assim, evitar idas constantes ao mercado. Esta medida não só evita as compras por pânico como garante que você se exponha o menos possível à doença ou contribua para sua disseminação.

Ao fazer este planejamento, você garante que sempre terá à mão alimentos saudáveis e nutritivos, o que é fundamental para manter a imunidade fortalecida, minimiza o risco de desperdício de alimentos estragados e contribui para que não haja desabastecimentos.


Segundo explicou a nutróloga Alyssa Pike em entrevista ao canal norte-americano CNN, os seguintes alimentos são boas opções para manter na despensa, pois podem durar muito tempo se bem conservados. Mas atenção: não estoque comida desnecessariamente. Compre a quantidade suficiente para você e sua família passarem alguns dias sem precisar voltar ao mercado.

Alimentos para comprar na quarentena


1962/SHUTTERSTOCK


Feijões e leguminosas


Um pacote de 1kg de feijão, grão-de-bico ou lentilha pode durar anos sem estragar, então são uma boa opção para ter à mão. A versão enlatada também dura até 24 meses, quando bem selada.

Peixes enlatados


ARTEMISPHOTO VÍA SHUTTERSTOCK


Atum, sardinha e salmão são excelentes opções de proteína e gorduras saudáveis. Os peixes enlatados duram até quatro anos sem perder suas propriedades nutricionaisi.

Pastas de amendoim e sementes


Estes produtos são fonte de proteína e gorduras vegetais saudáveis. A nutróloga aconselha tê-los em casa porque seu sabor vai bem com alimentos tanto doces quanto salgados, como saladas. Além disso, têm uma vida prolongada fora da geladeira.

Massa e arroz


CHADED PANICHSRI VIA SHUTTERSTOCK

Arroz ensacado e massas podem durar até três anos armazenados e são muito fáceis de preparar. Inclusive, você pode adquirir as versões instantâneas (evite as que contêm sabores e condimentos), que só requerem um pouco de água.

Cereais secos


A especialista explica que cereais são uma boa fonte de energia e podem durar até 18 meses armazenados. Podem acompanhar leite ou serem consumidos apenas como snack com manteiga de amendoim.

Frutas e vegetais enlatados


JULIE CLOPPER VÍA SHUTTERSTOCK


Os vegetais frescos são uma opção muito nutritiva, mas estragam rapidamente mesmo quando refrigerados. Por isso, Pike recomenda as versões enlatadas, que também são saudáveis e ainda duram cerca de dois anos armazenados.

Chocolate, frutas secas e pipoca


A nutróloga explica que um chocolate (fonte de energia e minerais) pode durar até seis meses na geladeira, especialmente em sua versão amarga, e que é possível misturá-lo a frutas secas ou mesmo pipoca (produtos que sobrevivem na prateleira por até cinco anos) para fazer sobremesas interessantes.

Leite em pó


DRAGANA GORDIC/SHUTTERSTOCK


O produto lácteo substitui a versão líquida, mas sua data de validade é acima de um ano, inclusive depois de aberto.

Água
Este é, claro, um dos itens mais importantes para ter na cozinha, tanto para consumir quanto para cozinhar. Mantenha-se bem hidratado.




Fonte: Vix



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.