Alfenas Hoje - Filme que conta a história de Lula chega as telas do cinema de Alfenas
Postado em quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Filme que conta a história de Lula chega as telas do cinema de Alfenas

Alessandro Emergente

Em meio às críticas sobre o uso da produção como instrumento político, "Lula - O Filho do Brasil", de Fábio Barreto, chega as telas do Cine Art Café, em Alfenas. O filme estreia nesta sexta-feira em duas sessões: 18h50 e 21h15. (confira aqui a programação do cinema).

A cinebiografia do presidente da República ainda em exercício, Luiz Inácio Lula da Silva, estreando no ano de sua sucessão, levanta a polêmica. Nunca uma produção nacional mereceu tanto espaço - e de forma tão calorosa - na imprensa mesmo antes de sua primeira exibição pública, na abertura do Festival de Brasília, em novembro.

O filme tem um orçamento estimado em R$ 17 milhões - entre custos de produção e de lançamento. Segundo os produtores, foram bancados por diversos patrocinadores privados, sem recorrer às leis de incentivo. Os nomes e logotipos aparecem nos letreiros iniciais, "Lula - O Filho do Brasil".

Essa é uma das informações que os produtores tentam deixar claro evitando a conotação política, algo inevitável.

O Filme

Polêmica à parte, os críticos apontam uma produção técnica de primeira linha. Lula é interpretado pelo estreante em cinema Rui Ricardo Diaz. Glória Pires vive dona Lindu, mãe de Lula.

O roteiro tenta fugir do cenário político, retratando a trajetória de Lula antes da vida partidária. É baseado em um livro da jornalista Denise Paraná, que co-assina o roteiro com Fernando Bonassi e Daniel Tendler.

A história retrata a trajetória de Lula desde a infância, saindo de Caetés (PE) em pau-de-arara em 1952, com a família rumo a Santos (SP). Lá, Lula, a mãe e os irmãos reencontram o pai, Aristides (Milhem Cortaz, de "Tropa de Elite"), retratado como alcoólatra e violento.

Aristides é abandonado por dona Lindu, que muda-se com os filhos para São Paulo, depois São Bernardo do Campo. É no ABC, que surge o Lula adulto (interpretado por Rui Ricardo). Torna-se operário e sindicalista, antes de entrar para a política.

De acordo com Neusa Barbosa, do Cineweb, é visível que o foco da história está no indivíduo Lula, procurando-se uma abordagem emotiva, que coloca em primeiro plano suas relações familiares com três mulheres -além da figura forte da mãe, sua primeira mulher, Lourdes (Cléo Pires), que morreu grávida de oito meses, e a segunda, Marisa Letícia (Juliana Baroni).

O filme deve ainda percorrer as salas internacionais. O primeiro país no exterior em que o filme será lançado, já em março de 2010, será a Argentina. O filme foi enviado à comissão de seleção do Festival de Berlim -que acontece em fevereiro.








   
   
COMENTÁRIOS

19 Comentários


Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.


Comentar essa Notícia
 
 
 
 
Carregar mais comentários
   
   
   
Termos e Condições para postagens de Comentários
Comentar essa Notícia










Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2018 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos