Postado em quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016 às 15:34

Pré-candidato do PT à prefeitura de Alfenas, Luizinho tem até abril para deixar Limeira

O prazo para que ele deixe o comando da Secretaria de Saúde de Limeira (SP) termina em 2 de abril.


 Alessandro Emergente

O ex-prefeito Luiz Antônio da Silva (Luizinho/PT) é tido como nome certo na disputa pela prefeitura de Alfenas. Somente uma “surpresa” pode tirá-lo da condição de candidato pelo PT. O prazo para que ele deixe o comando da Secretaria de Saúde de Limeira (SP) termina em 2 de abril (prazo de desincompatibilização). Até lá, o petista aproveitará o último mês no governo para realizar feitos para trabalhar positivamente a sua imagem de gestor.

No decorrer da semana que passou, o secretário de Saúde de Limeira apresentou, em uma audiência pública, uma parceria público privada (PPP) para construção do hospital municipal de Limeira. A iniciativa reforça a sua imagem como gestor na área de saúde pública, o que deverá ser utilizado na campanha eleitoral.

Em março do ano passado, essa imagem foi desgastada com uma liminar da Justiça de São Paulo que o afastou, em decisão de 1ª instância, da Secretaria de Saúde. O motivo alegado para a decisão provisória da Justiça foi a não utilização do fumacê (nebulização acoplada a um veículo) para combater o aumento de focos do Aedes aegypti, transmissor da dengue. 

A prefeitura de Limeira recorreu e, dez dias depois, a liminar foi cassada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo e Luizinho foi reconduzido ao cargo. A alegação da defesa, acatada pelo Tribunal de Justiça, foi de que a administração municipal de Limeira seguiu os procedimentos recomendados pela Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) de Piracicaba, vinculada ao governo estadual, o que não incluía o fumacê, procedimento esse feito com aval do governo estadual. 

No mês passado, em Alfenas, por exemplo, a prefeitura adotou o fumacê após cessão do equipamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde. O aumento de notificações de casos suspeitos de dengue em Alfenas tem preocupado a Secretaria de Saúde do município. Somente no mês de janeiro foram 804 notificações, o que já é quase 60 vezes maior do que no mesmo mês em 2015, quando havia apenas 14 casos suspeitos.

Construção de imagem

O ex-prefeito de Alfenas tem construído a imagem na área de saúde pública. Em 2005, primeiro ano do PT à frente da prefeitura de Alfenas, tendo Pompilio Canavez como prefeito, Luizinho assumiu a Secretaria de Saúde, na época tida como uma “super pasta”, incluindo Meio Ambiente e a articulação política do governo.

Durante o período em que esteve no comando da prefeitura, de 2010 a 2012, o então prefeito focou a Secretaria de Saúde – comandada, por um período mais longo, pela enfermeira Ludmila Barbosa Bandeira Rodrigues, tida como nome de confiança de Luizinho. Chegou a receber, em maio de 2012, o prêmio da “4ª Edição do Prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio no Brasil (ODM/Brasil)” pela implantação do “Programa de Apoio à Gestante e ao Recém-Nascido (PAGE)”, que reduziu a mortalidade infantil de 13 para três casos em mil no município.

Em fevereiro de 2015, um mês antes da liminar que o afastou por 10 dias da Secretaria de Saúde de Limeira, Luizinho novamente conseguiu destaque positivo com a adoção de drones para identificar possíveis focos de dengue em casas abandonadas. O assunto ganhou destaque, inclusive, no Jornal Nacional, da TV Globo.

Dentro do PT

Dentro do PT o nome de Luizinho aparece como candidato natural da legenda. Ele tem ampla maioria do diretório municipal e vem articulando seu nome como candidato – dentro e fora do partido - desde que deixou a prefeitura.

O ex-deputado estadual PompilioCanavez seria outro nome forte da legenda, porém é minoritário dentro do partido. Nas três eleições em que foi candidato a prefeito pelo PT (em duas delas, saiu vitorioso), tinha o apoio de Luizinho. Mas, após as eleições de 2012, quando o PT perdeu a prefeitura, houve um rompimento entre as duas principais lideranças do partido.  

Após o distanciamento entre os dois principais nomes do PT, Pompilio foi derrotado ao não conseguir se reeleger deputado estadual, em 2014. Obteve 8.198 votos em Alfenas, bem abaixo dos 24.279 conquistados em 2010. Na campanha, o então deputado não recebeu o apoio de parte dos petistas, que preferiram engajar na campanha do médico oncologista Marcos Eduardo (PSD), que conquistou 19.035 votos em Alfenas. 

Minoritário no partido e sem o apoio de Luizinho, Pompilio conta com a proximidade com o secretário estadual de Governo, Odair Cunha, presidente estadual do PT e nome forte no governo de Fernando Pimentel. Já Luizinho é ligado ao grupo do deputado federal Reginaldo Lopes, homenageado no ano passado pela Câmara Municipal de Alfenas após iniciativa do presidente da Casa, Enéias Rezende (PRTB), também pré-candidato à prefeitura.

Dentro do PT, um grupo mais ligado a Pompilio deixou a legenda e assumiu a direção do PCdoB na cidade, segundo informações publicadas pelo site Alfenas News. Em entrevista ao Jornal dos Lagos, edição do último dia 13, o ex-deputado não descartou a sua saída do PT para disputar as eleições deste ano. Sem dar detalhes, disse estar em um “momento de reflexão”.

Hospital em Limeira

A apresentação do PPP para construção de um novo hospital municipal em Limeira foi realizada em uma audiência pública, no Teatro Nair Bello, no Parque Cidade de Limeira.

O projeto é da ordem de R$ 141,9 milhões, sendo R$ 102,2 milhões para obras, R$ 35 milhões para investimentos em equipamentos e mobiliário e R$ 4,6 milhões para infraestrutura em tecnologia da informação. A contrapartida da prefeitura será de R$ 32 milhões anuais. O hospital terá 15.449 metros quadrados e 150 leitos. O novo espaço concentrará serviços de média e alta complexidade e irá abrigar a Santa Casa.

“Com o novo prédio, mais tecnologia em saúde e uma gestão eficiente, faremos novos credenciamentos junto ao SUS para custear a contrapartida da prefeitura no projeto”, afirmou o secretário de Saúde durante o evento. Segundo ele, a iniciativa proporcionará a unificação e otimização de serviços, o que trará impactos positivos na qualidade de atendimento e na redução do tempo de internação.

LEIA MAIS:

Nomes para sucessão de Maurílio começam a ser discutidos na base do governo

Cinco nomes de fora da base do governo são cogitados para disputa da prefeitura

Ex-prefeito é cogitado nos bastidores como possível candidato do governo

Atualmente como secretário de Saúde de Limeira, Luizinho anuncia suas últimas realizações antes de deixar o cargo para ser candidato a prefeito em Alfenas (Foto: Ascom/Prefeitura de Limeira)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.