Postado em quinta-feira, 9 de julho de 2020

MP recomenda a Prefeitura que disponibilize médico e outros profissionais para o Asilo

A recomendação também inclui disponibilização de EPIs e concentradores de oxigênio.


Alessandro Emergente

Um documento, encaminhado pelo Ministério Público à Prefeitura de Alfenas na quarta-feira (dia 8), recomenda uma série de medidas imediatas ao Asilo Lar São Vicente de Paulo para enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavírus. Clique aqui e confira a recomendação na íntegra.

Entre as medidas recomendadas está a disponibilização de profissionais capacitados para exercerem as funções de cuidadores de idosos, técnicos de enfermagem e auxiliares de serviços gerais. Esses profissionais cedidos ao Asilo devem atuar em substituição a funcionários que estão afastados em decorrência da Covid-19.

De acordo com o MP, os profissionais devem ser oriundos do quadro de servidores ou, caso não seja possível, realizar contratação temporária. Alguns funcionários tiveram que ser afastados preventivamente por apresentem sintomas de infeção respiratória ou porque tiveram contato com pessoas com sintomas ou possibilidade de terem contraído Covid-19.

Outras medidas

A 6ª Promotoria de Justiça da Comarca de Alfenas também recomenda a disponibilização de um médico que possa realizar o atendimento “in loco” aos de idosos abrigados na instituição e que vêm apresentando sintomas de Covid-19. “O número e gravidade da situação encontram-se em franco aumento nos últimos dias”, aponta o documento assinado pela promotora Gisele Martins Araújo.

O documento do MP também aponta a necessidade de fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs) aos profissionais que atuam no local, como máscaras, álcool em gel e sabão líquido.

Quatro funcionários e três idosos testaram positivo para Covid-19 (Foto: Arquivo/Alfenas Hoje)


Outra recomendação é o fornecimento de concentradores de oxigênio em quantidade suficiente para o atendimento dos idosos que estão a necessitando deste tipo de equipamento em decorrência de síndromes respiratórias. O MP alerta que a instituição não dispõe de recursos financeiros suficientes para continuar suportando o aluguel desse tipo de equipamento devido ao agravamento da situação da saúde dos idosos.

O documento recomenda ainda a verificação técnica das condições do local. Caso confirmadas as deficiências no cumprimento de medidas de controle da disseminação das infecções no “Lar São Vicente de Paulo de Alfenas, a recomendação é para elaboração e execução de uma política assistencial emergencial. Entre as ações, caso necessário, está a disponibilização de um imóvel para acolhimento temporário de grupos de idosos.

O MP solicitou que informe num prazo de 48 horas o acolhimento da recomendação e que as providencias sejam formalmente comunicadas a 6ª Promotoria de Justiça até no dia seguinte a sua execução.

Situação no Asilo

Nas redes sociais, a direção do Lar São Vicente de Paula divulgou um comunicado no qual informou que três idosos acolhidos e quatro funcionários testaram positivos para Covid-19. Porém, há outros idosos monitorados que estão aguardando o resultado laboratorial.

Na noite de quarta-feira, segundo a direção do Asilo, um idoso de 82 anos, que estava internado no Hospital Alzira Velano, morreu. Ele tinha comorbidades e o caso dele foi classificado como suspeito para Covid-19, porém não há confirmação laboratorial até o momento. “Estamos aguardando”, informou. A reportagem confirmou junto a fontes da área da saúde que o idoso, que morava no Lar São Vicente de Paulo, é originário de Campos Gerais.

Em março, logo no início da pandemia, a direção do Lar São Vicente de Paulo suspendeu visitas aos idosos como medida preventiva. A ação foi adotada por tempo indeterminado.



NOTÍCIAS RELACIONADAS


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.