Postado em terça-feira, 26 de maio de 2020 às 15:03

Listas ofensivas que circularam em whatsapp viram alvo de investigação

Um homem, acusado por outras pessoas como autor de uma das listas, teve dois carros incendiados.


Da Redação

A Polícia Civil investiga as listas ofensivas, que circulam em grupos de whatsapp, e que gerou registros de boletins de ocorrência (BOs) de pessoas que foram vítimas. As listas caracterizaram pejorativamente as pessoas por orientações sexuais, características físicas e por relacionamentos conjugais.

O número de vítimas pode ter chegado a 150, segundo informações divulgadas pelo portal G1. De acordo com a Polícia Militar ao G1, as listas serão tipificadas de acordo com o conteúdo do título podendo ser enquadradas nos crimes de difamação e injúria.

As listas viraram alvo de uma investigação da Polícia Civil que apura crimes que ferem a honra e a dignidade das pessoas em âmbito pessoal. Porém, o procedimento necessita que as vítimas procurem a política para registro de BOs e, em seguida, representem esses boletins de ocorrência junto à Polícia Civil.

Duas camionetes foram incendiados na madrugada de domingo como retaliação a um homem, de 37 anos, acusado nas redes sociais como o autor de listas difamatórias contra moradores de Alfenas. Esse homem já havia se manifestado, nas redes sociais, contra as acusações, dizendo ser inocente.

Os veículos foram incendiados por pelo menos cinco suspeitos encapuzados. O primeiro alvo, um Fiat Strada, estava parado em frente a uma casa da Rua Alterosa. O outro veículo incendiado foi um Ford F4000, estacionado num cercado na Rua Tapiranas. Esses dois endereços ficam no bairro Vila Teixeira. Os locais de incêndio passaram por perícia da Polícia Civil. Abaixo, vídeo dos veículos sendo incendiados, divulgados pelo Repórter Digital.

 



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.