Postado em quinta-feira, 16 de janeiro de 2020 às 18:06

Comandante da PM, que deixou o cargo, aponta queda na criminalidade

Crimes violentos caíram 66,8% em dois anos, segundo estatística da Polícia Militar.


Alessandro Emergente

O ex-comandante do 64˚ Batalhão da Polícia Militar (64˚ BPM), tenente-coronel Márcio Bocher, apontou redução nos índices de criminalidade em Alfenas e região. Os dados apresentados, durante a solenidade de troca de comando da PM, na manhã de quinta-feira, revelam redução de crimes violentos, o que inclui roubos e homicídios, entre outros.

Segundo o tenente-coronel, a queda nos crimes violentos chegaram a 66,8% nos últimos dois anos, período em que esteve à frente da Polícia Militar de Alfenas e da região. A classificação “crimes violentos” inclui roubos, estupros, extorsões, homicídios, sequestros e cárcere privado.

Se considerado somente os homicídios, a queda foi de 45%, segundo os dados apresentados pelo oficial da PM.

O tenente coronel Márcio Bocher deixou o comando do 64˚ Batalhão da Polícia Militar (Foto: Alessandro Emergente/Alfenas Hoje)


Bocher fez a sua despedida oficial durante a solenidade de troca de comando do 64˚ BPM, que abrange Alfenas e outras 12 cidades. “O êxito da vida não se mede pelo caminho que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho”, citou o ex-comandante ao recorrer a uma frase de Abraham Lincoln, ex-presidente dos Estados Unidos no século XIX.

Em setembro, a PM havia divulgado dados estatísticos que já demonstravam queda na criminalidade em Alfenas, a maior cidade e principal referência para a estatística do 64˚ BPM.

A ocorrência que mais demonstra redução foi a de crimes violentos: queda de 43,27% entre 2017 (que registrou 305 casos) e 2018 (com 173). A segunda melhor variação foi a de roubos consumados, que foram reduzidos em 46,2% no período. Enquanto que em 2017 os dados indicavam 277 ocorrências, em 2018 foram 149 casos.

Durante a solenidade de troca de comando, o coronel Nelson Alexandre da Rocha Queiroz, comandante da 18ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais (que abrange 55 municípios), também citou queda na criminalidade em toda região. Segundo ele, 2019 representou o menor registro em números absolutos, de um ano para outro.

O coronel Nelson Alexandre da Rocha Queiroz, comandante da 18ª Região da PM (Foto: Alessandro Emergente/Alfenas Hoje)


O coronel destacou a importância do trabalho integrado, apontando a participação dos municípios, Judiciário, Ministério Público e outros órgãos de segurança pública, como a Polícia Civil. Ao comentar sobre a participação dos municípios, por exemplo, citou os investimentos em tecnologia e prevenção social, que colaboram com os resultados.

Em Alfenas as ações estratégias na área da segurança pública são feitas a partir das reuniões do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), que reúne as autoridades do setor. A Prefeitura afirmou, em seu site, ter realizado um investimento de R$ 1,8 milhão com recursos próprios na aquisição de câmeras de monitoramento num sistema integrado entre os órgãos de segurança pública, além de semáforos. A inauguração de um centro integrado de segurança pública, no ano passado, faz parte das ações estratégicas de integração.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.