Postado em terça-feira, 3 de setembro de 2019 às 23:11

Menos de 15% dos celulares recuperados após furtos na Federal Fantasy foram retirados pelos donos

Dos 37 aparelhos de celular recuperados somente quatro haviam sido devolvidos aos donos até o início da tarde de terça-feira.


Da Redação

Os 37 aparelhos de celular, que haviam sido furtados durante a Federal Fantasy e recuperados pela Polícia Militar, somente quatro haviam sido retirados pelos proprietários até o início da tarde de terça-feira. A informação foi divulgada pela EPTV.

No domingo uma mulher de 33 anos foi presa com os aparelhos. Ela é de São Paulo e a suspeita é que ela integre uma organização criminosa especializada nesse tipo de crime durante grandes eventos.

Os aparelhos estão na 2ª Delegacia Regional da Polícia Civil e devem ficar sob os cuidados da Polícia Civil até a conclusão do inquérito. Mas algumas vítimas já fizeram o reconhecimento dos aparelhos. Para isso, é preciso apresentar o cupom de compra ou nota fiscal ou levar o número de identificação do aparelho. A polícia também vai permitir que os donos façam o desbloqueio dos aparelhos para comprovar a origem.

Os aparelhos estavam com uma mulher que foi presa pela Polícia Militar (Foto: Divulgação/PM)


A recomendação é que os proprietários guardem o IMEI do aparelho, que é um código de 15 dígitos usado para identificar o celular na rede de telefonia. “Até para o registro da ocorrência, é interessante. Com o código *#06#, você tem acesso ao número de série, que é o número IMEI, e você pode guardar. Guarde em local seguro para caso você venha a ser roubado ou furtado, ou extraviado o telefone, você tenha esse número, que depois você pode fazer o contato com a operadora para estar bloqueando esse aparelho de telefone”, disse o tenente Wesley Pereira Fernandes, da Polícia Militar, em entrevista à EPTV.

A reportagem recebeu contatos de várias pessoas do interior de São Paulo e de outras cidades da região que estiveram no Federal Fantasy e tiveram seus celulares furtados. Elas disseram acreditar que os aparelhos recuperados podem ser delas, no entanto afirmaram dificuldades de obter contato com a Delegacia em Alfenas.

Essas vítimas afirmaram que estão tendo dificuldade de entrarem em contato com a Polícia Civil de Alfenas por telefone. Uma delas afirmou que chegou a ser atendida por telefone, mas que recebeu como recomendação retornar na quinta-feira. O telefone da Depol é (35) 3698-1900.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.