Postado em 10 de janeiro de 2022

Yoga, depressão e ansiedade

Autor(a): Diva Paiva

 Muitas pessoas tendem a procurar por Yoga quando estão deprimidas. Mas a doença as impede de continuarem praticando, pois não há um estímulo interno. Nesse caso, obviamente, devem correr para o médico especialista! Precisarão de tempo e esforço para serem bem avaliadas, medicadas e observadas. Então, sim, é hora de procurar Yoga e um estilo de vida saudável, para auxiliar no tratamento.

Ouça esse conselho: se você desconfia que está sofrendo de depressão ou mania, faça um diário sobre sua rotina, sobre seus estados, de manhã, à tarde e à noite, sono, agressividade, passividade, etc., para você mesmo se conduzir ao médico ou ajudar alguém próximo. Diante do especialista psiquiatra é melhor que descreva em detalhes o processo de sua doença e o histórico de medicamentos ou automedicação, se for o caso.

Pois a depressão é uma doença, ela não é um estado de tristeza. É muito mais um estado de apatia, um desgosto por tudo, que pode acontecer e não é culpa de ninguém. É como as demais doenças, podem surgir por pré-disposição genética, na maior parte das vezes e fazer estragos se não forem tratadas.

Podemos anotar também nesse diário tudo, como excesso de trabalho, excesso de comida, traumas, pois tudo isso pode ser um gatilho para desencadear o processo. Conte sobre doenças familiares, relacionamentos abusivos, sobre uso de estimulantes, de bebidas alcoólicas ou drogas (caso esteja usando ou venha de uma história de utilização). Essas informações irão ajudar imensamente o médico a tomar as decisões mais acertadas.

Na medicina pode-se contar também com a Homeopatia Sistêmica, que, se bem conduzida, pode realmente trazer uma cura. Vale a pena experimentar com um médico especializado, mas avalie os resultados rapidamente, não espere de mais, em última instância procure o psiquiatra.

Nem pense em tratar com florais, massagens, acupuntura, chás, rezas, etc., embora sejam recursos valiosos, não ajudarão nesse caso. É como levar um paciente diabético para receber passe e deixar de oferecer a insulina.

O professor de Hatha Yoga não irá cuidar desse terreno. Porém, é bom que seja informado sobre as doenças e terapias por quem o procura, pois há coisas maravilhosas no Yoga a colaborar com o tratamento. O Yoga será um caminho firme e reto para ativar uma saúde elevada.

Mas não abandone o tratamento ao perceber os bons resultados do Yoga, só o médico poderá dar alta, mas pode ser que não dê, no caso da bipolaridade e outros. Aceite e viva melhor.

Quanto aos efeitos colaterais dos medicamentos, eles são indesejáveis, sim. Mas aguente firme, as vezes só a medicação poderá mantê-lo em equilíbrio e saudável para levar uma vida normal. Não tenha vergonha de precisar de remédios nem de assumir que passa por isso.



** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Alfenas Hoje

Diva Paiva
Professora de Yoga


-

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa

Estou de acordo