Postado em quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Homenagem ao Prof. Edson Velano dá seu nome a prefeitura

Alessandro Emergente

Um novo projeto de lei, que iniciou sua tramitação na Câmara Municipal, propõe uma homenagem ao fundador da Unifenas (Universidade José do Rosário Velano). A proposta denomina a sede do Poder Executivo como Paço Municipal Professor Edson Velano.

No final do ano passado, um outro projeto de lei alterava o nome da Praça Getúlio Vargas, a principal da cidade, para Prof. Edson Velano. A proposta acabou encontrando resistência e não foi a plenário. A própria Acia (Associação Comercial e Industrial de Alfenas) sugeriu a realização de um plebiscito para definir a mudança. Muitos comerciantes temiam ônus financeiro devido a alteração.

Os vereadores chegaram a alterar a Lei Orgânica para mudar o nome da Praça Getúlio Vargas. Mas o projeto – de autoria do petista Vagner Morais (Guinho) - não chegou a ir a plenário.

Agora, outro vereador, Sander Simaglio (PV), apresenta uma homenagem diferente. Instituir o nome do fundador e ex-reitor da Unifenas no Paço Municipal. A proposição deu entrada na Câmara na última segunda-feira e segue agora para análise das comissões permanentes da Casa. Já o projeto de alteração da Praça não foi retirado de tramitação.

Edson Velano faleceu em março do ano passado após um longo período de internação em São Paulo. De origem humilde, construiu sua trajetória como empreendedor no setor educacional com a criação da Unifenas e do Colégio Atenas/Objetivo. Fundador da Feta (Fundação Tecnológica de Alfenas), acumulou funções como membro do Conselho Estadual de Educação e reitor da Unifenas. Também foi diretor da Escola Estadual Dr. Emílio da Silveira.

Na vida política, chegou a presidir a Câmara Municipal durante a legislatura 1983/1988 e também na de 1989/1992. Foi vereador de 1973 a 1976 e vice-prefeito em duas ocasiões: 1973 a 1976 e 1996 a 2000.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.