Postado em segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Caldo de osso é jeito natural de desintoxicar e tirar gordura do fígado: BEM fácil de fazer


 Prato tradicional da culinária brasileira, o caldo de mocotó, feito com a pata do boi, sem o casco, se transformou em uma preparação considerada ideal para desintoxicar o corpo e contribuir para a dieta ao ganhar uma versão um pouco diferente, com ossos de outros animais, como aves e peixes.

Atualmente chamado de “bone broth”, o caldo de osso pode ser uma forma natural e muito saudável de eliminar a gordura do fígado e emagrecer, já que tem alto teor de proteína, poucas calorias e grande capacidade de matar a fome e evitar exageros nas refeições.

Caldo de ossos desintoxica e tira gordura do fígado

De acordo com a nutricionista funcional Maria Flávia Sgavioli, da Estima Nutrição, em São Paulo, o caldo de ossos de animais oferece abundância de cálcio, magnésio e fósforo, além de ser fonte de glutationa, que ajuda na desintoxicação do fígado e, indiretamente, no emagrecimento.

Caldo de ossos emagrece e faz bem para a pele

A nutricionista explica que o caldo feito com ossos de animais pode favorecer a perda de peso por ser rico em proteínas e fibras, que garantem saciedade e melhoram o funcionamento do intestino.

O alimento ainda tem alta concentração de colágeno, presente nas articulações das carcaças, que é muito difícil encontrar isso na nossa dieta comum. O colágeno é conhecido por melhorar o aspecto da pele, evitar rugas e combater a flacidez.

Caldo de osso para emagrecer: como consumir?

Ainda segundo a nutricionista, o caldo de ossos pode ser consumido por qualquer pessoa, sem restrições. Ela afirma que quem deseja turbinar a dieta deve preparar o prato usando os ossos, incluir legumes, coar e consumir todos os dias: cerca de uma xícara, 30 minutos antes do almoço e do jantar, para dar mais saciedade.

Receita de caldo de ossos para perder peso


O caldo é, basicamente, uma sopa de ossos. Peça no açougue ossos com cartilagem, tutano e/ou tendões, pois é nesses locais que se concentram mais minerais, vitaminas, proteínas e colágeno.

Você vai precisar de: 1 a 2 kg de ossos + 1 colher de sopa de vinagre de maçã não pasteurizado e não filtrado + 3 litros de água filtrada + temperos a gosto.

Para preparar o caldo, lave os ossos em água corrente e leve ao forno por 30 minutos em fogo médio. Coloque os ossos em uma panela com água e vinagre e reserve por mais 30 minutos. Em seguida, coloque a panela no fogo com os temperos e, assim que começar a ferver, diminua o fogo e tampe a panela.

Depois de alguns minutos, retire com uma colher (ou escumadeira) a espuma que vai surgir na superfície do caldo. É importante repetir este processo por, pelo menos, duas horas, a cada 30 minutos.

Depois do tempo de cocção, que vai variar de acordo com o tipo de animal que escolheu, coe o caldo, descartando as partes cozidas. Armazene na geladeira por até cinco dias ou no freezer por três meses. Os tempos de cocção para cada tipo de animal são: 8 horas para ossos de boi, 24 horas para aves e 48 horas para peixes

Também é possível descartar do caldo a gordura: assim que o caldo congelar, essa gordura deve ficar na superfície. Ela pode ser usada para cozinhar alimentos.



Fonte:Vix

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.