Postado em segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Pesquisa revela sensação de insegurança apesar de estatística apontar queda na criminalidade

Embora os números oficiais apontem queda da violência, a sensação dos moradores de Alfenas é de insegurança.


Da Redação

Apesar das estatísticas oficiais da PM apontarem redução da criminalidade, os moradores de Alfenas ainda se sentem inseguros. É o que revela um levantamento feito pelo Instituto de Cidadania e Direitos Humanos (Icdh) e a Unopar. De 260 pessoas ouvidas, 167 não se sentem seguras, segundo a pesquisa.

De acordo com os números da Polícia Militar, houve uma redução na criminalidade em relação ao ano passado. Em 2017, foram 302 crimes violentos registrados, como sequestros, assassinatos, roubos e estupros. Este ano, foram 173 – uma redução de 176%.

Porém, o presidente do Icdh, Vander Cherri Marcolino, diz que muitas vítimas ficam de fora da estatística. Entre as pessoas que sofreram algum tipo de violência, segundo o estudo, 139 registraram o caso na polícia. No entanto, 121 não fizeram nenhuma queixa.

Dados da pesquisa mostram que parte das vítimas não registram BO (Imagem: Reprodução/EPTV)


“Todas as vezes que eles vão divulgar um índice de criminalidade, estes números estão de fora. Por isso, existe uma falsa sensação de segurança. Quando na realidade, muitas pessoas não estão fazendo boletim de ocorrência”, explicou Cherri em entrevista a EPTV.

A PM diz que o não registro do boletim de ocorrência prejudica o trabalho da corporação na análise da criminalidade. “Prejudica na medida que a gente faz a estatística criminal pra gente balizar nosso policiamento. A medida que a pessoa não registra esse fato, a gente não toma conhecimento dele, isso vai prejudicar o policiamento”, disse o capitão da PM Rodrigo Ferreira Oliveira ao G1.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.