Postado em sábado, 30 de junho de 2018 às 09:09

Alfenas perde na estreia, mas decidirá classificação diante da torcida na 2ª feira

A seleção de futsal de Alfenas foi a Camanducaia para a estreia na edição 2018 da Taça EPTV e acabou perdendo por 2 a 1.


Alessandro Emergente

A seleção de futsal de Alfenas foi a Camanducaia para a estreia na edição 2018 da Taça EPTV e acabou perdendo por 2 a 1. A partida foi na noite de quinta-feira. Apesar da derrota, a equipe alfenense depende apenas de uma vitória simples diante de Cabo Verde na próxima segunda-feira, às 21h, no Ginásio Municipal Tancredo Neves, diante da torcida.


O time, treinado por Rodriguinho e Márcio Costa (Dunga), entrou em quadra com Felipe Filé, Luiz Eduardo, Eliano, Buguinho e Willian Tubão. A equipe foi para a partida com uma proposta de jogo mais defensiva e de aproveitamento dos contra-ataques. Camanducaia foi goleada por Cabo Verde por 6 a 1 e, por isso, a comissão técnica de Alfenas analisou que os adversários, diante da torcida, tentariam pressionar a equipe visitante.

Na avaliação de Rodriguinho, Alfenas reagiu bem diante de um time mais maduro em uma quadra menor. O ponto negativo foi o excesso de cartões amarelos para Alfenas, deixando logo na primeira partida quatro atletas “pendurados”. A arbitragem acabou tendo uma atuação bastante questionada.

A partida em Camanducaia foi na noite de quinta-feira e marcou a estreia de Alfenas (Foto: Divulgação)


No primeiro tempo, Eliano levou cartão amarelo e a comissão técnica o substituiu por Marcelinho. No segundo tempo, o pivô Tubão deixou a quadra para a entrada do experiente fixo Eduardo Mamão. A substituição provocou várias mudanças de posicionamento: o fixo Luiz Eduardo passou a ocupar a ala direita, uma vez que Buguinho foi ocupar posição de pivô.

Mas, com 40 segundos apenas, Mamão recebeu falta dura e teve que deixar a quadra, porém o atleta de Camanducaia não foi advertido com cartão. Fabinho Graveto entrou em quadra e Luiz Eduardo voltou para posição original como fixo. Aos 9 minutos, Graveto fez 1 a 0.

Aos 12 minutos, em mais uma entrada forte dos adversários, Fabinho teve que deixar a quadra para atendimento e, com isso, Guilherme entrou como ala esquerda. Mas Guilherme recebeu cartão amarelo por uma falta e entrou na lista dos “pendurados”. Na sequência, aos 13 minutos, o gol de empate saiu em uma cobrança de falta, após os atletas de Alfenas abrirem a barreira.

Alfenas busca seu segundo título na Taça EPTV de Futsal (Foto: Divulgação)


Ao tentar pegar a bola para reinicio do jogo, Luiz Eduardo e um atleta adversário iniciaram uma discussão, que envolveu vários jogadores. Tubão, que estava fora da quadra, chegou a entrar na confusão e Fabinho, segundo Rodriguinho, foi agredido pelo técnico adversário.

Após os ânimos se acalmarem, o árbitro puniu, com cartão amarelo, dois jogadores de Alfenas, Luiz Eduardo e Tubão, e nenhum de Camanducaia. Com isso, quatro atletas de Alfenas seguem a competição “pendurados”, ou seja, um segundo cartão amarelo tira esses atletas da partida seguinte.

Aos 20 minutos, Marcelinho se desequilibrou e ao tentar tocar a bola, essa bateu no jogador adversário e foi parar no fundo das redes: 2 a 1 para Camanducaia.

Diante do risco de expulsão de algum atleta de Alfenas, o experiente Rodriguinho entrou no lugar de Marcelinho e atuou os minutos finais. Nesse período, a equipe de Camanducaia não conseguiu ameaçar o gol de Filé, enquanto Alfenas conseguiu ainda cinco ataques, exigindo algumas defesas do goleiro adversário.

Com esse resultado, basta que Alfenas vença Cabo Verde com diferença de apenas um gol para chegar, pelo menos, em segundo no Grupo 14. Duas equipes de cada chave seguirão na competição.

NOTÍCIAS RELACIONADAS


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.