Postado em sexta-feira, 25 de maio de 2018 às 18:06

Moradora registra vazamento de água e demora na reparação pela Copasa

Alessandro Emergente

Uma moradora do Jardim Aeroporto, em Alfenas, registrou um vídeo denunciando demora da Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) na reparação de um problema que gerou o desperdício de água. O problema, ocorrido na quinta-feira, deixou moradores de alguns bairros sem abastecimento.

No vídeo, é possível perceber uma grande quantidade de água sendo jorrada num encanamento danificado na rua Américo Totti. A moradora gravou uma sequência de vídeos mostrando que o desperdício ocorreu durante toda a tarde de quinta-feira.

As primeiras imagens foram feitas no início da tarde de quinta-feira e o último ocorre por volta das 18h, quando é possível perceber os faróis dos veículos já acesos. Os vídeos foram encaminhados a redação do Alfenas Hoje pela denunciante que afirmou que a falta de água no Jardim Aeroporto foi percebida desde às 13h. Por isso, acredita que a situação registrada por ela pode ter durado, pelo menos, 5 horas até a última gravação.

O problema foi denunciado por uma moradora (Foto cedida pela leitora)


De acordo com a assessoria de imprensa da Copasa, houve o rompimento de uma rede distribuidora na Rua Ana Neri, no Centro, e, por isso, o abastecimento foi interrompido, afetando diversos bairros da cidade. Ainda segundo a empresa, a equipe da Copasa realizou a descarga para limpeza e manutenção, o que ocasionou o vazamento de água registrado na Rua Américo Totti.

O abastecimento no Jardim Aeroporto, segundo a Copasa, foi normalizado no início da noite de quinta-feira. Consultada pela reportagem, a moradora disse, nessa sexta-feira, que percebeu a situação normalizada pela manhã, um dia após o problema.

A Copasa, no entanto, não informou o tempo de demora para reparar o problema registrado no vídeo. Esse foi um dos questionamentos feitos pela reportagem por meio da assessoria de comunicação da empresa.

Alerta

A Copasa emitiu nota na manhã desta sexta-feira alertando para o risco de corte no abastecimento de água, caso persista a movimentação de greve dos caminhoneiros.

De acordo com a Copasa, o abastecimento ainda não sofreu alteração e as estações de tratamento de água estão operando normalmente, mas “a situação é de alerta”, diz trecho da nota.

NOTÍCIAS RELACIONADAS


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.