Postado em terça-feira, 2 de agosto de 2016 às 13:40

Comissão provisória, destituída pela Executiva, protocola pedido de candidatura a prefeito

Alessandro Emergente

A comissão provisória do PSL, que foi destituída pela executiva estadual, protocolou na Justiça Eleitoral um pedido de registro de candidatura a prefeito com base em uma convenção realizada no último sábado. Porém, o partido na cidade já tem uma nova comissão provisória desde o último dia 27. O caso deve ser questionado na Justiça.

Na semana passada, a reportagem do AH mostrou que a comissão provisória criada no ano passado foi destituída em 13 de junho. O motivo oficial, segundo a antiga direção local, foi o não pagamento da anuidade, recolhida pela executiva estadual.

No entanto, membros da comissão provisória destituída alegam que o motivo estaria relacionado a posicionamentos políticos. O presidente estadual do PSL, Carlos Alberto Pereira, esteve em Alfenas, no mês passado, e declarou apoio à candidatura de Marcos Eduardo Andrade (Dr. Marcos), do PSB.

Os nomes aprovados na convenção do último sábado são do ambientalista Itamar Silva, que pleiteia a candidatura a prefeito, e do advogado Hamilton Chagas Júnior. No entanto, para que a convenção tenha valor legal, a comissão provisória – que coordenou a reunião - deveria estar ativa.

O problema se agravou ainda mais com a constituição de uma nova comissão provisória. O site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) já mostra uma nova direção local do PSL, que tem Guilherme Fernandes Gomes como presidente.

O caso deve parar na Justiça. É o que afirmou o presidente da comissão provisória destituída, Itamar Silva. Ouvido pela reportagem do AH na tarde de segunda-feira, ele ainda não tinha informação sobre a constituição da nova comissão provisória e disse que deverá levar o assunto ao âmbito da executiva nacional e da Justiça.

Acima, foto divulgada pela comissão provisória destituída dos nomes protocolados como candidatos na eleição majoritária e, abaixo,  imagem do site do TSE que aponta uma nova comissão provisória em Alfenas (Fotos: Divulgação e TSE)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.